terça-feira, 24 de setembro de 2013

No Look de Trabalho: Renata Ceribelli e Patricia Poeta

Formal ou casual demais? Cores vivas ou sóbrias? Curto ou longo? Muito além da questão visual, você tem todas as razões para se preocupar com o estilo no ambiente de trabalho, onde enfrenta variados desafios. Dá uma olhada aqui na maneira como se vestem as apresentadoras da televisão.
O vestido de Renata Ceribelli, do Fantástico, por sinal tem sido muito observado e foi um dos mais pedidos na Central de Atendimento ao Telespectador da Rede Globo. O modelo é da marca Tufi Duek, criada por Eduardo Pombal, famoso por misturar sob medida alfaiataria e sensualidade. Veja como o blazer completa o visual do trabalho.
Fotos: Divulgação/TV Globo
Repare como o modelo alonga e afina a silhueta graças às laterais estrategicamente transparentes e contrastantes com o preto. Combina com blazer para o horário do expediente e sozinho é perfeito  para a happy hour.
Renata, segundo Patricia Veiga, responsável pelo visual do jornalismo da TV Globo, se movimenta bastante e o fato de não ficar numa bancada influencia na escolha de peças menos formais. Além do clássico preto e branco, ela usa cores fortes e estampas discretas.  
Fotos: Divulgação
1. Vestido vermelho, MNG Barcelona. R$ 149. www.dafiti.com.br | 2. Vestido estampado, C&A. R$ 79. www.cea.com.br | 3. Vestido preto C&A. R$ 79. www.cea.com.br | 4. Vestido preto detalhes branco, Pink Connection. R$ 99. www.pinkconnection.com.br
AS CAMISAS NO JORNAL NACIONAL
O visual de apresentadoras como Patricia Poeta pode ser uma aula de look corporativo. Na bancada do Jornal Nacional, ela tem que estar vestida para dar todo o tipo de notícia: do lançamento de um filme aos resultados do julgamento dos réus do Mensalão. Nesse momento, mais importante que o modismo está a credibilidade passada pela aparência.
A equipe de figurinistas que veste Patricia Poeta vê a moda como instrumento. “A roupa não pode aparecer mais do que a notícia”, avisa Patrícia Veiga. Da mesma forma no trabalho, o visual não pode aparecer mais do que a competência. A peça-chave de Patricia é a camisa. Amarelo, rosa e até vermelho já passaram pelo seu figurino.
Fotos: Divulgação/ TV Globo
Algumas sugestões de camisa, inspiradas na apresentadora:
Fotos: Divulgação
1. Camisa coral, C&A. R$ 79,90. www.cea.com.br | 2. Camisa verde, Colcci. R$ 188. www.colcci.com.br | 3. Camisa amarela, Renner. R$ 79. www.lojasrenner.com.br | 4. Camisa azul royal, Anna Flynn. R$ 99. www.annaflynn.com.br
FUGINDO DO DRESS CODE
Toda a empresa tem seu dress code, que nem sempre é tão rigoroso. Fugir do clássico no escritório é possível e quase obrigatório se você trabalha por exemplo numa agência de publicidade. Não adianta chegar caretinha na entrevista para o emprego que com certeza você não vai levar.
Exemplo na novela: as personagens Julia (Carolinie Figueiredo) e Cléo (Bia Arantes). Ambas se vestem de acordo e não deixam de ter estilo próprio. Bia Arantes foi um dos cabelos mais pedidos da Central de Atendimento ao Telespectador.
Bia , o cabelo mais pedido ao CAT (Central de Atendimento ao Telespectador) e Caroline Figueiredo. Fotos: Divulgação/TV Globo
 ADVOGADA GRUNGE
O hospital Sam Magno em “Amor à vida” tem dois exemplos de profissionais que muitas vezes não se vestem de acordo com a sua profissão. Além da secretária Aline (Vanessa Giácomo) com seus looks sensuais, temos Patrícia (Maria Casadevall) com um estilo fashionista que vez ou outra não combina com seu trabalho de representante jurídica da instituição.
Adepta do xadrez com toque grunge sofisticado, de brincos exuberantes e maxicolares, a personagem ainda toma a liberdade de transar com o colega no espaço reservado ao descanso dos médicos. Dos três looks abaixo, o terceiro, usado por essa advogada danadinha, é o mais adequado à profissão na vida real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário