quinta-feira, 19 de maio de 2016

Batidas de porta, tapas na cara e socos de realidade

 Olá meus amores,

 Eu sempre fui criançona, mas sempre me achava adulta desde pequenininha. Sempre gostei de lutar pelos meus ideais e odiava quando alguém tentava me controlar, me prender, até que encontrei uma pessoa que mesmo sem querer, fez as duas coisas indiretamente, me levando cessar durante muito tempo minha sã consciência. É como se você não soubesse mais quem você é, quando tudo o que você acreditava ter sido um dia tivesse ido por água abaixo. Até as palavras começam a sumir, você passava a não soar mais como era antes, sabe? Foi aí que a menina autoconfiante virou um amontoado de migalhas e restos de inúmeras tentativas diferentes de amadurecer e tentar ser feliz, tudo fracassado! 

 É impressionante como com o passar do tempo percebemos como mudamos. Eu, por exemplo, me assusto com o modo como eu "cresci", principalmente e especialmente nos últimos meses. A maioria das coisas que eu prezava hoje não fazem o menor sentido, assim como algumas outras que ás vezes eu ignorava hoje fazem uma diferença enorme na minha vida.

 Querendo ou não, as mágoas, dores e tristezas que nós enfrentamos pela vida nos fazem muito mais fortes, nos fazem amadurecer e por incrível que pareça, nos colocam cada vez mais perto da felicidade. Elas nos transformam, literalmente.

 Honestamente, esse papo de "não me arrependo de nada que fiz no passado", é um tanto quanto contraditório, pelo menos pra mim. Paro pra pensar nas burradas gigantescas que cometi há alguns poucos meses atrás e fico imaginando como tudo poderia ter sido diferente se eu fosse como eu sou hoje, pensasse com a cabeça que tenho hoje, fizesse as escolhas que faria hoje em dia. Mas se for pensar bem, talvez sem as batidas de porta na cara, sem os tapas, e ás vezes até mesmo socos que levei da realidade, não seria quem sou agora e, sinceramente, não poderia estar mais feliz comigo mesma. 

 Sabe quando você se encontra na vida e em si mesma? Quando seus sonhos, costumes e princípios estão tão firmes em você que parecem transbordar? Pois é, eu nunca me senti assim antes. É a primeira vez que eu tenho a certeza de quem sou e do que realmente quero para a minha vida. 

 Ás vezes me pergunto por que muitas vezes nos deixamos nos perder e fico tentando relembrar meus passos na tentativa de reconstruir o momento exato no passado aonde eu me tinha esquecido. Tentando lembrar se me abandonei em algum canto, algum coração por aí, não sei. Quando foi que eu cometi a loucura de me desgarrar de mim mesma e decidi me agarrar em outra pessoa pra tentar ser feliz? Imagino o peso que minha carcaça sem alma e minhas expectativas junto com todas as minhas fichas deveriam ter nas costas do outro. Loucura! Ah se fosse hoje...

 Se fosse hoje com certeza eu não teria feito o que fiz, dito as besteiras que disse, talvez tivesse colocado mais pontos finais ao invés de vírgulas, mais sorrisos ao invés de lágrimas, mais maturidade no lugar de infantilidade e falta de noção de alguém estabanada que agia por impulso e fazia tudo para agradar o outro e não a si mesma. Eu era "mais perdida que cego em tiroteio". Esse ditado se encaixou muito bem a essa situação, porque além de perdida eu era cega em toda a minha ingenuidade, e olha que já me considerava super resolvida, centrada e atenta... Hoje vejo que nem fazia ideia do que essas palavras realmente significariam na prática. 

 A verdade é que eu não me arrependo. ÓBVIO que teria feito tudo diferente, mas não seria tão eu hoje e não teria as lembranças que, mesmo meio confusas e com fios de dor e frustrações, são tão minhas. E ninguém pode roubá-las de mim. Nem essas lembranças e nem o meu EU de verdade. Nunca mais nessa vida eu me perco ou me deixo para trás em alguma calçada da vida.

 Cada erro, cada lágrima, cada noite chorando serviu para ensinar. Os gritos de raiva que um dia já dei acabaram me chamando e vim correndo de volta para a minha consciência. E tem sido ótimo me reencontrar. E ainda mais perceber que eu voltei e voltei muito melhor do que imaginava, muito mais racional, muito mais forte e ainda assim, muito mais "amor". 

 Hoje, vejo várias de mim, cada uma com seu defeito e suas peculiaridades. Alguns de fábrica, até hoje sem concerto, outros, graças a Deus, analisados e deixados para trás. É como se tivesse passado por uma revisão da vida e tudo o que não prestava, todos os parafusos fora do lugar e itens desnecessários tivessem sido jogados fora. Os amassadinhos e arranhões do caminho eu preferi deixar, pra me lembrar todos os dias tudo o que eu já passei e todos os erros que cometi e que me fizeram ser quem sou hoje. Me sinto melhor do que nunca! 

 Espero que tenham gostado!

 Beijinhos,

 Vivian.

14 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá,
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre!
      Beijinhos!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá,
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre!
      Beijinhos!

      Excluir
  3. Respostas
    1. Olá,
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre!
      Beijinhos!

      Excluir
  4. obrigada pelo comentário <3
    o texto é lindo, gostei imenso de ler :D

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre!
      Beijinhos!

      Excluir
  5. Vc escreve lindamente, me identifiquei muito com vc, esse texto me trouxe lembranças e me fez pensar um pouco..


    Te espero no blog/canal, beijos e sucesso!
    Blog: http://diariamentedicas.blogspot.com.br/
    Canal: https://www.youtube.com/channel/UCuGks8AxiF4tRWQo9d5227Q

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani,
      Olá,
      Que bom que você gostou, fico feliz!
      Que legal!!
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre!
      Beijinhos!

      Excluir
  6. Respostas
    1. Olá,
      Que bom que você gostou, fico feliz!
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre!
      Beijinhos!

      Excluir
  7. O texto é muito lindo, as vezes temos que errar para aprender e crescer e nos fazem evoluir.

    Beijos


    onlyinspirations.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Com certeza.
      Que bom que você gostou, fico feliz!
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Volte sempre!
      Beijinhos!

      Excluir