quinta-feira, 26 de maio de 2016

Verdades sobre relacionamentos atuais

 Olá meus amores,


 O post de hoje traz algumas verdades sobre os relacionamentos atuais. Por mais que pareça besteira ou ás vezes realista e pessimista demais, alguns dos tópicos sobre os relacionamentos de hoje em dia realmente fazem sentido. Separei os menos "radicais" para discutir aqui e dar a minha opinião.

 1. A pessoa que se importa menos tem mais poder. Ninguém quer ser a pessoa mais interessada no relacionamento.

 2. Fazer ligações é uma arte que está morrendo. As chances são de que seu relacionamento aconteça, na maioria das vezes, via WhatsApp ou SMS, o que é um dos meios de comunicação mais impessoais da interação. Se acostume com isso.

 3. Combinar algo certo é complicado. As pessoas têm opções e convites expressos dos seus amigos (ou de outros interesses românticos) muito mais rápido graças às redes sociais. Se você não for a maior prioridade da pessoa, seus convites podem receber uma série de "vamos ver" ou "vou tentar", além dos cancelamento em cima da hora.

 4. Redes sociais criaram novas tentações e métodos de traição. As mensagens privadas e novos artifícios para flertar (tipo curtir as fotos do Facebook) não são incentivos para a traição, mas esse tipo de coisa facilita ainda mais que isso aconteça.
11111111111111111

 5. As redes sociais podem também criar a ilusão de que uma pessoa tem mais opções, o que faz com que as pessoas olhem pro Facebook como um grande menu de gente atraente com as quais elas podem se relacionar um dia. 

 6. Qualquer pessoa com quem você se relacione pode ser alguém com quem você vai passar o resto da sua vida ou pode ser alguém que vai terminar com você e dilacerar o seu coração amanhã. Ambas as prerrogativas são assustadoras. 

 7. Num relacionamento (ou na fase de conhecer você), ao invés de te dizer o que sente, é mais provável que a pessoa vá postar algo no Facebook ou no Twitter e, mesmo que não mencione seu nome, é uma daquelas indiretas certeiras pra você.

 8. Existe um bando de gente que vai ter zero de respeito pelo seu relacionamento e se eles quiserem a pessoa que está com você, eles não terão pudores. Nessas horas o Bro Code e o Girls Code vão pro lixo e é melhor você manter um olho aberto em "inofensivos comentários online". Só não vire um psicopata neurótico com isso também. 
111111111111111111
  E aí? Faz sentido para vocês? Acho que sim, né? A verdade é que o que mais chama atenção nos tópicos, além da nossa realidade cada vez mais impessoal uns com os outros, é a diferença que a internet pode fazer na vida de um casal. Eu mesma já vi milhares de vezes fotos e pessoas comentando sobre como as redes sociais podem atrapalhar um relacionamento e de certa forma, eu super concordo que o Facebook e principalmente o Instagram pareçam um "cardápio" tanto pra homens quanto pra mulheres. 

 Alguém com segundas intenções? Meus amigos mesmos falam que a quantidade de meninas bonitas e interessantes do Instagram é impressionante e que 90% dos likes, comentários e, principalmente "follows", são com totais segundas intenções. 

 Enfim, tudo isso pode parecer banal e até mesmo superficial em relacionamentos realmente significativos. O legal mesmo é quando você arranja uma pessoa que te ame, te respeite e que não siga nenhum desses padrões de "inferninhos conjugais da atualidade" meio que implícitos e tendências nos dias de hoje. Aí sim você poderá ter certeza de que o negócio esta dando certo. 

 De qualquer forma, cada casal tem suas particularidades e o que vale é estar feliz e realizado do lado da outra pessoa! Só acho que as pessoas deveriam olhar mais pra quem esta do seu lado, te fazendo carinho, do que pra quem esta atrás de uma tela, ás vezes a quilômetros de distância cheia de maquiagem e procurando uma posição que favoreça seu corpo e que não mostre nada do coração ou da mente. Os casais deveriam sair mais para jantar, querer ouvir mais a voz um do outro por telefone e, apesar do "cardápio" cheio de opções incríveis e diferentes escolher e pedir o amor da mesma pessoa todos os dias.

 Espero que tenham gostado! Beijos, Vivian.

Nenhum comentário:

Postar um comentário